SOLO_ANÁLISE GRANULOMETRICO POR PENEIRAMENTO


SOLO_ANÁLISE GRANULOMETRICO POR PENEIRAMENTO

Resumo

Este procedimento apresenta o procedimento para análise granulométrica de solos por peneiramento.

Apresenta os requisitos respectivos à aparelhagem, amostragem e cálculos.

Sumário

1. Objetivo

2. Referência

3. Aparelhagem

4. Amostra

5. Umidade higroscópica

6. Ensaio

7. Cálculos e resultados

  1. Objetivo

Este documento fixa o modo como se precede o analise granulométrico por peneiramento.

  1. Referencia

No procedimento deste documento foi consultado o seguinte documento:

DNER_ME 080/94, analise de solo por peneiramento

  1. Aparelhagem

A aparelhagem necessária é a seguinte:

  1. Peneiras de 50 – 38 – 25 – 19 – 9,5 – 4,8 – 2,0 – 1,2 – 0,6 – 0,42 – 0,30 – 0,15 e 0,075 mm, inclusive Tampa e fundo;

  2. Agitador para Peneiras;

  3. Repartidor de amostras de 1,3 e 2,5 cm de abertura;

  4. Balança com capacidade para 200 g sensível;

  5. Balança com capacidade de 5Kg sensível a 0,1g;

  6. Estufa capaz de manter a temperatura entre 105 e 110 °C;

  7. Capsula de porcelana com capacidade para 500 ml;

  8. Almofariz e mão de gral recoberta de borracha, capacidade para 5Kg de solo;

  9. Pá de mão de Força arredondada, com lamina de alumínio;

  1. Amostragem

A Amostra de solo a ser recebida do campo, deverá ser seca ao ar ou pelo uso de aparelho secador, de modo que a temperatura da amostra exceda 60 °C, a não ser que experiência prove que uma maior temperatura não mude a característica do solo. Em seguida desagregue completamente os torrões no almofariz com a mão de grau ou com auxílio de dispositivo mecânico desde que não reduza o tamanho natural das partículas individual do solo, em seguida reduz-se todo o material preparado, com auxílio do repartidor de amostras ou do pelo quarteamento, até se obter uma amostra representativa de cerca de 1500g para solos argilosos ou siltosos e de 2000g para solos arenosos ou pedregulhosos, nota o peso com da amostra representativa como peso da amostra total seca ao ar.

  1. Umidade Higroscópica

Pesa-se cerca de 50g de material seco ao ar que passa na peneira de 2,0 mm e anota como peso úmido, coloca para secar na estufa até sua constância de peso, e nota como peso seco.

Calcula a umidade pela formula

h – ((Ph – Ps)/Ps)*100

h= -Teor de umidade em percentagem

Ph - peso do material úmido

Ps – Peso do material seco em estufa a 105 °C - 110 °C, até sua constância de massa

Exemplo:

Peso do solo úmido (Ph) 50,00

Peso do solo seco (Ps) 49,35

((50-49,35)/49,35 )*100 ≈ 1,3%

  1. Ensaio

Coloca-se a amostra representativa no recipiente referido com agua, esfregas o material sobre o recipiente mais agua afim de desagregar os torrões de solo existente. Transferi-si o material para peneira de 2,0 e 0,075 mm colocando uma sobre a outra para evitar danificação na peneira de malha 0,075 e prossegue a lavagem em agua corrente até que a água de lavagem se apresente limpa.

As frações que ficar nas peneiras de 2,0 e 0,075 mm após lavadas serão transferida para o recipiente e seca em estufa a 105°C – 110°C até constância de peso.

Após a secagem do material e estando em temperatura ambiente, procede-se o peneiramento e pesa as frações retidas individual em cada peneira com aproximação de 0,1g.

  1. Cálculos e Resultados

  2. Peso da amostra total seca- Soma-se os pesos das frações retida na peneira de 2,0mm e nas de maiores aberturas.

  3. Da diferença da amostra total seca ao ar (amostra representativa) e a soma do peso obtido nas peneiras de 2,0 acima, representa o peso da fração da amostra seca ao ar, que passa na peneira de 2,0 mm.

  4. Correção do peso do agregado na peneira de 2,0mm e demais peneiras acima, pela umidade higroscopia, pela formula ∑ da frações/((100/(100+h)), em que h é a umidade higroscopia, assim forma o peso da amostra total seca.

  5. Percentagem da amostra total seca retida em cada peneira- com o peso das frações retida em cada peneira calcula-se a percentagem em relação ao peso da amostra total seca.

  6. Percentagem acumulada de material seco em cada peneira- obtém-se somando a percentagem retida nesta peneira ás percentagem retidas nas peneiras de aberturas maiores.

  7. Percentagem de material seco passando em cada peneira - obtém-se de 100 a percentagem acumulada em cada peneira do item (e)

  8. Percentagem de material seco passado em cada peneira- obtém-se subtraindo-se de 100 a percentagem acumulada em cada peneira.

Recent Posts
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now