Protesto no pedágio da Via Bahia da BR 116, ligação Paraguaçu a feira de Santana

Protesto no pedágio da Via Bahia da BR 116, ligação Paraguaçu a feira de Santana.

O protesto iniciou nessa manhã de hoje (05), o motivo é o não pagamento da rescisão dos trabalhadores que prestaram serviços para empresa Terrarás.

A Terrabrás foi contratada pela Via Bahia para construção dos pontos que ainda faltam concluí na duplicação do trecho Feira de Santana a Santo Estevão da BR 116.

O projeto da construção tinha suas camadas finais, base de brita graduada tratada com cimento (BGTC), Tratamento superficial simples (TSS),e duas camadas de concreto asfalto uma na faixa “B” e a outra camada de rolamento faixa “C”, no entanto não aconteceu o esperado (entregar a obra pronta).

No decorre da construção a empresa construtora começou a atrasar seus pagamentos, a Terrabrás não consegui mais cumpre com seus deveres, e entrou com ação de corte de custos, começando a fazer cortes em algumas áreas, e continuar a construção com baixa produção, mas não bastou, e a empresa acabou dispensando quase todos os funcionários paralisando a construção da duplicação, só que não ocorreu como devia, os funcionários fizeram os exames de demissão e assinaram aviso, aviso no qual venceu dia 10/08/2016 e nem um dos funcionários receberam sua rescisão, por tentar informação e a empresa não responder, deixando os trabalhadores sem esperança de pagamento, com apoio do sindicato dos trabalhadores o pessoal resolveu protestar, no pedágio que fica entre o Paraguaçu e a cidade de Santo Estevão na BR 116, a manifestação é cobrando seus direitos e explicação da Via Bahia sobre sua responsabilidade.

Recent Posts
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now